Nossa Localização

Localização

ANASTÁCIA

Centro de Terapias Alternativas

O que é o Reiki?

  • Categoria: Textos
  • Publicado em segunda, 12 agosto 2013 11:09
  • Escrito por Ricardo Severino
  • Visualizações: 11968

O que é o Reiki?

Reiki provém da união de duas palavras Japonesas Rei e Ki. Rei significa algo de natureza divina ou etérea, misterioso, sobrenatural, ou milagroso.

Ki é normalmente traduzido como energia vital, vida, força, intenção ou ação, ou atmosfera. Assim, esta palavra não encontra uma tradução direta para o Português, sendo que para o efeito temos de recorrer a expressões como atmosfera de energia etérea, espiritual ou milagrosa, apesar de ser hoje em dia largamente traduzido como Energia Universal. 

Esta crença numa energia que alimenta tudo o que existe no nosso planeta e no Universo em geral, encontra-se amplamente difundida no oriente e está patente em muitas outras terapias. Acreditando-se que quando o Ki não se encontra presente, a vida deixa de existir. 

O Reiki trata-se portanto de uma terapia desenvolvida no Japão em 1922 por Mikao Usui, que procura direcionar essa energia vital através das mãos do terapeuta, para a área que mais necessita dela, promovendo uma autorregeneração e um processo de cura. A terapia não se encontra limitada ao plano físico, abrangendo também o plano emocional, mental e espiritual, sendo por isso holística. De facto, na minha opinião, é nestes planos que as curas mais importantes acontecem. 

Assim, o objetivo fundamental, não está tanto em tratar apenas a doença física, mas sim atuar nos outros planos de forma a impedir a manifestação dela. Acredita-se portanto que a origem da doença, está de facto nesses planos subtis, sendo que quando uma doença se manifesta no plano físico esta é já consequência de más práticas emocionais, mentais e ou, algumas vezes espirituais.  Apesar de verdadeira, esta curta introdução explicando o sentido do Reiki não o define completamente. Definir o que é o Reiki é sempre uma tarefa difícil, já que esta energia é sentida das mais diversas formas por cada indivíduo. Talvez seja essa a razão que leva a que existam tantas definições do que é o Reiki, que aparentam ser tão completas e no entanto tão desprovidas de conteúdo ao mesmo tempo para quem já o sentiu.

Mais, porque esta energia pode não tomar qualquer forma física, ou pelo menos, uma forma capaz de ser captada pelos nossos cinco sentidos, estando por isso a atuar para lá da perceção sensorial. Muitas vezes pergunto, onde está o Reiki? Como o senti? Será que o vi? Não… Ouvi algo? Cheirei ou saboreei? Ou será que o toquei? Nenhuma das opções está correta. Mas se é assim, porque sei e como “sinto” que está lá e existe? Claro que é possível ver os seus efeitos longo prazo na cura. Mas isso nem sempre é óbvio. A título de exemplo vamos debruçar-nos sobre as ondas eletromagnéticas. Não pretendo estabelecer que o Reiki são ondas eletromagnéticas! Longe disso. Não sou um ser “iluminado” que tenha a capacidade de afirmar tal coisa. Mas parece-me de facto um exemplo que nos pode ajudar a compreender melhor o que é e como funciona o Reiki. 

Todos sabemos que o éter, se encontra repleto de radiações eletromagnéticas. Temos ondas que transportam informação de som (rádio), imagem (televisão), dados (Internet sem fios) entre outras. Não conseguimos sentir essa informação transportada nessas ondas já que o nosso corpo não possui capacidade de as descodificar. No entanto elas atravessam o nosso corpo constantemente. Será que deixam de existir porque não as sentimos? Mas também podemos ligar a nossa televisão e sintonizar o canal pretendido, que é transportado numa dessas frequências. E ali está. Tanta informação, som e imagem que nos atravessou constantemente sem que nos tivéssemos dado conta disso. De forma semelhante, conseguimos descodificar o som em determinadas frequências com o nosso aparelho auditivo, e imagem noutras frequências com a nossa visão. 

Podemos olhar a energia Reiki de forma semelhante. Está disponível, é omnipresente. Contudo temos de desenvolver a capacidade de a utilizar (o sintonizador) e daí a necessidade de efetuar uma iniciação de forma a poder trabalhar com ela. Então, nos vários níveis de Reiki, a qualidade do nosso aparelho sintonizador irá ser melhorada e cada vez mais será possível obter maior qualidade na “receção”. Com isto, verificamos que devemos manter-nos conscientes de que somos seres com capacidades sensoriais limitadas e que a realidade está longe de ser apenas o que percecionamos com os nossos sentidos limitados. Afirmar o contrário é pura ignorância e ir contra tudo o que a ciência nos ensinou. 

Assim, para verdadeiramente sentir esta energia devemos manter uma consciência mais elevada e atenta aos vários fenómenos que acontecem à nossa volta, sentindo cada pequena iluminação daí decorrente.

É este o renascimento ou acordar pelo qual passa um praticante de reiki. Pelo reencontro com o seu “eu” perdido na confusão da vida frenética, no trabalho, nos conflitos, em tudo aquilo que demoveu a nossa consciência da busca pela nossa felicidade, obrigando-nos a despender a nossa energia em tudo o que era supérfluo ou desnecessário. Daquele “ser” de que por vezes nos lembramos por meros instantes enquanto estamos sozinhos e olhamos entre dois pensamentos. 

Assim o Reiki também atua em cada um de nós durante a cura. Mostrando-nos caminhos, e mudando a nossa consciência do que existe, do que somos, do que fazemos, mostrando a verdade por vezes chocante da essência efémera e mutável de tudo, ajudando-nos pela via da intuição, do verdadeiro, a viver felizes e com mais saúde. 

 

Comentários   
#2 Sara Matos 22-02-2015 21:45
Gosto :)
Citar
#1 Teresa Matias 24-11-2013 20:31
Uma excelente forma de explicar o Reiki. Adorei.
Citar
Comentar


Morada

Rua do Xisto 150 . Maia . Portugal
Tel: 96576 3788 
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Aqui tem acesso à nossa morada e dados de contacto. Após a sua visita online, aguardamos a sua visita presencial.

Newsletter

Inscreva-se na nossa lista de e-mails e será atualizado com as últimas notícias.

Registar na newsletter