Oricha Ochosi

Oricha Ochosi

Ochosi

Ochosi é o único oricha que é bruxo de verdade na religião Yorubá, porque nas suas cerimónias se queima pólvora, que tem a ver com os Mayurberos feiticeiros. É o salvador de Ochún Yalorde, quando está perdeu a cabeça e foi atrás de um pavão real de Yomayá e meteu-se no monte proibido para tirar as penas.

Nesse dia perdeu o seu título de rainha, e Ochosi se meteu no monte proibido para salvar dos perigos e maus tratos que Ochún estava a passar, salvando e devolvendo a sua coroa. É Ochosi que tem a tarefa de caçar para que Olofi e Obatalá comam, pois ele é um caçador. Também é a divindade da justiça, e se levanta diariamente muito cedo para cumprir a sua missão de ir caçar para que Olofi possa comer. Este pacto é secreto, e ninguém podia saber onde vivia Olofi, mas a curiosidade é má conselheira e a sua mãe, já não podia de tanta curiosidade para onde ia o seu filho todas as manhãs, um dia decidiu seguir. Observou o seu filho perto de um tronco de árvore, onde colocou toda a caça que nesse dia fez, e mal ele saiu foi perto dos animais, ela tirou o sangue de cada um.

Durante vários dias repetiu este ritual, e um dia Olofi perguntou a Ochosi quem mais sabia onde ele vivia e Ochosi respondeu que ninguém. Então Olofi disse que todos os animais nos últimos dias estavam sem sangue, e que Olofi não podia comer dessa forma. Ochosi respondeu que fez tudo corretamente, mas ficou preocupado, pois Olofi duvidava da sua palavra, e ele era um filho exemplar. Então ele pegou numa das suas setas e colocou no arco e atirou o mais alto possível e disse estas palavras “o culpado do que se está a passar, que está flecha parta-lhe o coração”.

Quando chegou a casa, viu que a sua mãe estava morta com a sua própria flecha que ele havia atirado. Se fez justiça e desde então Ochosi é a divindade da justiça na terra, e isto fala no signo dos oddus em 2-8, por ele fazer justiça matando a sua própria mãe.

 

Dia da semana: quinta-feira.

Cores dos colares: verde.

Saudação: Ago Obba Ochosi que significa “Permissão o meu pai Ochosi”.

Comidas e frutas: batata-doce, melancia, pão, uvas vermelhas e aguardente.

 

Morada

Rua do Xisto, n.º 150 . 4475-509 Maia . Portugal
Tel: 965 763 788
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Horário: De 2.º a Sábado das 10:00h às 19:30h

Livro de Reclamações