Nossa Localização

Localização

ANASTÁCIA

Centro de Terapias Alternativas

Oddu: Iroso Ogbara (4-6)

  • Categoria: Oddu Iroso
  • Publicado em quarta, 04 setembro 2013 15:16
  • Escrito por Okanbi / Omo Aggayú
  • Visualizações: 11106

2020502

ODDÚ: 

IROZO  OBBARA ( 4 - 6 )

 

O REFRÃO DESTE ODÚN DIZ:

“O gato caminha pelas cercas, o homem não.”

 

SANTOS QUE FALAM NESTE ODÚN: 

Oshosi, Aggayú, Yemayá, Orunla, Olókun, Obbatalá, Jimaguas, Yewá, Shangó, Elegguá

 

GENERALIDADES:

A morte está rondando e você a tem visto, seja desperto ou em sonhos. É possível que a mulher tenha um parto forte e difícil. Cuide do que come para que não morra envenenado ou por bruxaria já que há um complô contra você. Trate bem a sua mãe porque ela lhe salvará. Sempre que receba visitas em sua casa trate-as bem, pois lhe trará prosperidade. Não se fazem favores mas se é o favorecido, você mostre-se muito agradecido para que não lhe façam maldições. Terá uma boa proposta laboral. Aqui a sua verdade se converte em mentira e vice-versa. Você alcançará a riqueza na idade madura. A mulher irá enamorar com três homens. Há quem perceba que a sua conversa incómoda, com enganos ou mentiras, presunçoso e fanfarrão. Deve receber Orunmila e seus colares deve ter uma bola de cristal. 

O dia que faça sacrifícios não saí a rua. O sacerdote deve consultar no chão e sobre uma esteira. O sexo vicia e fantasia-se com respeito a sexualidade, e o que não se faz em casa faz-se na rua. A mulher é muito fogosa e quando tem relações com seu marido, imagina-se com outro homem. Faz-se negócio com três pessoas, uma delas vai ficar com a maior parte. Você sairá na procura de bruxaria ou prenda de um morto. Há um homem que vem enamorar a sua mulher ou a força ou o homem enamora a mulher de outro homem. Há uma grande consumição por algo que se vai extraviar. Há noticias de alguém que se matou ou se envenenou. Há um familiar morto que está abandonado, há que atendê-lo.

A língua é o castigo do corpo, não deve mentir porque cria um mundo irreal que o leva ao fracasso. Deve evitar o compromisso que tem através da conversação e  deve sempre suster o que diz. Gabar-se do que tem hoje, amanhã lhe fará falta. Aqui se passa da riqueza à pobreza e vice-versa. Tudo o que tenha em seu Oddú positivo, corre o risco de perder. A pessoa é mal interpretada, o que diz é confundido, pelo que deve assegurar-se de que o que quiser dizer seja os que demais entendam. A pessoa vive de ilusões e morre de desenganos e sempre conta os pintainhos antes de nascer. Dizem coisas que foram os demais o qual lhe trazem até inimigos grátis. Fala-se de ilusões que não se concretizam nunca e de pessoas que hoje te gabam e amanhã te destroem. É pessoa orgulhosa e temerária e as pessoas o apelidam de louco.

 

RECOMENDAÇÕES:

Fala-se de uma herança ou que vai receber algum dinheiro, cuidado com armadilhas em papeis, em seu mundo há enganos, intranquilidade, hipocrisia, inveja, falsidades, ciúmes, e averigúe de quem para que se afaste deles, há um doente na família, não confie o seus segredos, pense claro para que não se sinta como na prisão ou desesperado, tem vizinhos intrometidos, tenha cuidado com a corrente eléctrica e as velas, não se vista igual a ninguém. 

Evite falar mentiras a menos que seja uma mentira piedosa, há pessoas que não o tratam com legalidade, não renegue nem diga mal, não fale ainda que tenha razão, jogue em bilhetes de lotarias, há gente que o crê mentiroso ainda que diga mil verdades, não chore pela miséria, cuidado com o fogo, não se vista com linhas, não maltrate os animais, seja justo e prudente para que evite acidentes, ouça conselhos para que chegue depressa, não discuta com pessoas de uniforme, não ajude economicamente ninguém, quando fizer trabalhos cobre-os de imediato ou terá problemas para receber posteriormente, não negue a comida a nada, você não acredita em nada ou crê a sua maneira.

 

DOENÇAS RELACIONADAS COM O ODDÚ:

Esterilidade, dificuldades no parto, alcoolismo.

 

PROIBIÇÕES:

Não coma feijão de cor, veado, javali, não faça compromissos com nada, não mate rãs, não coma coco nem carneiro, não salte buracos, não coma melão, bode, pomba, não mate abutres.


Okanbi
Com a bênção do meu Pai Aggayú e Yemanjá
Para qualquer outra questão sobre este texto, pode-nos escrever para o nosso correio eletrónico e darei mais explicações ou retirarei dúvidas.

Morada

Rua do Xisto 150 . Maia . Portugal
Tel: 96576 3788 
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Aqui tem acesso à nossa morada e dados de contacto. Após a sua visita “online”, aguardamos a sua visita presencial.

 

Livro de Reclamações Eletrónico