Dilóggun e Ifá

Dilóggun e Ifá

Dilóggun

Irei hoje falar deste assunto controverso, que pretendo aclarar com este texto. Desejo lembrar que existem dois oráculos muito importantes, reconhecidos pelos yorubás, o oráculo de Ocha para Santeiros, e de Ifá para Babalawos. Agora tenho infelizmente assistido à utilização e interpretação do Diloggun através das letras de Ifá, e tenho algumas perguntas a fazer a quem tem feito dessa forma errada.

O búzio fala em Ifa? claro que não, e ambos os oráculos foram diferenciados pelo próprio Olofin e os Babalawos devem respeitar este oráculo, por isso os Babalawos não podem intervir na adivinhação do Diloggun numa cerimónia de Ocha. Nesta separação, podemos notar que a ordem hierárquica do Odu do Diloggun é diferente da do oráculo Ifá, pelo que também existem diferenças abismais na sua interpretação. Assim, se nos referirmos a esta ordem hierárquica, podemos ver que a utilização das letras de Ifá, para interpretar ou estudar o Diloggun, só pode ser considerada ignorância. Vejamos as diferenças nos oddus.

 

Diloggun / Ifá

  1. Okana (Ocha) e Ogbe (Ifá)
  2. Eyioko (Ocha) e Oyekun (Ifá)
  3. Oggunda (Ocha) e Iwori (Ifá)
  4. Iroso (Ocha) e Oddi (Ifá)
  5. Oshé (Ocha) e Iroso (Ifá)
  6. Obbara (Ocha) e Ojuani (Ifá)
  7. Oddi (Ocha) e Obbara (Ifá)
  8. Unle (Ocha) e Okana (Ifá)
  9. Osa (Ocha) e Oggunda (Ifá)
  10. Ofun (Ocha) e Osa (Ifá)
  11. Ojuani (Ocha) e Ika (Ifá)
  12. Eyilá (Ocha) e Otrupon (Ifá)
  13. Metanlá (Ocha) e Otura (Ifá)
  14. Merinlá (Ocha) e Irete (Ifá)
  15. Marunlá (Ocha) e Oshé (Ifá)
  16. Meridilogun (Ocha) e Ofun (Ifá)

Como se pode ver, a ordem hierárquica dos Odus é totalmente diferente, e muitos destes Santeiros, Babalawos e Pais-de-Santos que não possuem conhecimento, usam a ordem hierárquica de Ifá e não a do Diloggun. Mesmo para pedir a mão, está sujeito a regras específicas no Diloggun. O oráculo do Diloggun fala de uma forma totalmente diferente, do oráculo Ifá, não só na forma como é lançado, mas também nos procedimentos de pedir a mão. Um dos melhores exemplos da preservação destas tradições pode ser encontrado na cultura afro-brasileira. Praticam a coroação de Ocha, determinam o Oricha da cabeça, fazem os sacrifícios de animais, coroam santos que só são feitos em certas regiões de Cuba, toda uma série de cerimónias que, na tradição afro-cubana de Havana, seriam catalogadas como tabu ou invenções, mas o facto de serem diferentes não os torna invenções.

O que não deve ser permitido é que as pessoas que não pertencem a estas tradições antigas, queiram impor "novos critérios", apenas para terem lucro e poderem fazer um comércio da religião. É dever dos membros destas antigas e respeitáveis tradições zelar para que as pessoas que não são consagradas sob estes critérios, não entrem e manchem a imagem de tradições religiosas sérias que são muito apreciadas por aqueles que as conhecem. Comportem-se como verdadeiros religiosos, respeitando todo o universo de religiões que nos rodeiam, e não façam as misturas que tenho visto.

Saudações irmãos

Okanbi

Morada

Rua do Xisto, n.º 150 . 4475-509 Maia . Portugal
Tel: 965 763 788
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Horário: De 2.º a Sábado das 10:00h às 19:30h

Livro de Reclamações