Solstício de Inverno - Yule

Sabbat menor, o renascimento de Deus, e o regresso do Sol. O festival inclui uma árvore de Natal, e as cores vermelho e verde. Altura para descansar e terminar coisas começadas. Antes do Natal cristão, havia um outro, que era comemorado da mesma maneira, com comida, uma árvore de Natal e luzes, que iluminavam a noite mais escura do ano. Para os nórdicos e germânicos, o Yule significava a luz num mundo de trevas. Na noite mais longa do ano, quando a escuridão parecia não ter fim, homenageava-se a natureza e faziam-se oferendas aos deuses, pedindo para que o inverno passasse depressa. As casas eram decoradas com ramos verdes, conhecidos por “evergreen” ou “sempre verde”, e faziam-se grandes fogueiras, às voltas das quais, era reunida a família. O fogo era sempre o elemento central, símbolo da luz e da própria vida.