Nossa Localização

Localização

ANASTÁCIA

Centro de Terapias Alternativas

Espiritualidade

  • Categoria: Textos
  • Publicado em quinta, 02 julho 2015 09:58
  • Escrito por Sérgio Silveira
  • Visualizações: 6700

Como define a espiritualidade no Reiki

Em diferentes culturas, o espírito vivifica o ser no mundo. O espírito também permitiria ao ser, perceber o elo entre o corpo e a alma.

Entretanto, muitas vezes o espírito é identificado com a alma e vice-versa, sendo utilizados de forma equivalente para expressar a mesma coisa. Para algumas tradições religiosas, a morte separa o espírito do corpo físico, e a partir daí, o espírito passa a ser somente da esfera espiritual. Para estas, a morte parece não encerrar a existência de cada ser particular. Segundo a teoria dualista de Descartes - René Descartes nasceu em 31 de Março de 1596, também conhecido como Renatus Cartesius, foi filósofo, físico e matemático francês. Ele dizia que o corpo e o espírito são duas substâncias imiscíveis, cada qual com uma natureza diferente: o espírito pertenceria ao mundo da racionalidade (res cogitans), enquanto o corpo às coisas do mundo com extensão (res extensa), ao mundo das coisas mensuráveis. Descartes, acreditava que a função da glândula pineal seria unir a alma/espírito ao corpo. A sua visão global do ser humano era mecanicista. O corpo era tratado como uma máquina de grande complexidade, e pensava em partes separadas, qual seria a função de cada parte, em suas relações, etc. De uma forma global, podemos dizer então, que a espiritualidade é a atividade através da qual trabalhamos, ou desenvolvemos o nosso espírito e a nossa alma. Uma definição dada por Dalai-Lama, é que a espiritualidade é aquilo que produz dentro de nós uma mudança. O ser humano é um ser de mudanças, pois nunca está pronto, está sempre em mudança, física, psíquica, social e culturalmente. Mas há mudanças e mudanças. Há mudanças que não transformam a nossa estrutura de base. 

 

COMO SE DEFINE A ESPIRITUALIDADE NO REIKI

Uma das palavras mais usadas nestes últimos tempos é a espiritualidade, porque nos faz muita falta para o equilíbrio da nossa vida. Dizem os psicólogos que quando se fala muito de uma coisa é porque não a possuímos, e portanto somos carentes do que falamos. Não sei se esta teoria está certa, mas reflete algo interior de procura do ser humano. O que posso dizer é que a espiritualidade no Reiki, para que se torne algo de pessoal e sentido, deve sair do papel e do campo das ideias e deve-se fazer à vida. Somente quem vive com os princípios do Reiki diariamente, é quem olha para o alto, não se deixando escravizar pelas coisas da terra, e pode lentamente tornar-se uma pessoa espiritual.
 
Quando tiver a oportunidade de visitar uma livraria, ficará espantado com a quantidade de livros que são denominados de espiritualidade, mas que na verdade não passam de pequenas e às vezes insignificantes orientações emocionais e psicológicas que não atingem o verdadeiro sentido da vida. Com todo o respeito, a todos estes autores que fazem um bem imenso aos que leem, discordamos em grande parte com muitos dos textos, porque nos parece que não pode existir uma autêntica espiritualidade e evolução no Reiki sem uma referência explícita a determinados valores fundamentais como a aplicação dos princípios do Reiki e a humildade diária de que nada sabemos.
 
Diz o Reiki, somente quem procura a autêntica liberdade se aventura no caminho espiritual. A liberdade não é como normalmente se entende dentro da linguagem das pessoas no dia-a-dia. Livre, é quem faz o que quer e como bem entende. Há muitos autores que dizem: “tenho o direito de ser feliz e de procurar a minha felicidade e realização, portanto até que não encontre vou procurando, não importa se isto me faz romper os laços da família, do amor, dos compromissos do matrimónio ou do relacionamento familiar, o que vale é a minha felicidade.” Na verdade nunca seremos felizes se nos deixarmos dominar pelo egoísmo e pelos títulos materiais e pela ilusão que somente fazendo o que queremos é que alcançamos o “verdadeiro caminho” que está em nós.
 
O Reiki é a liberdade e um sonho duro a ser conquistado e que vai exigindo muito de nós. Esta liberdade leva-nos à verdadeira espiritualidade do amor e da evolução. Mais reflito sobre o Reiki, menos sei, e no entanto me parece que com os anos que vão chegando, o compreendo mais. Os frutos do espírito são a caridade, alegria, paz, longevidade, afabilidade, bondade, fidelidade e mansidão. Aqueles que vivem estes frutos do espírito não tem mais lei porque são orientados pelo amor universal e quem ama sabe que jamais poderá fazer o mal a si mesmo e nem aos outros. O caminho da verdadeira espiritualidade é um processo de libertação interior onde tudo está debaixo do poder da nossa liberdade e que nada mais nos poderá impedir de sermos livres no nosso agir. Deus nos dá um espaço de tempo para viver a nossa espiritualidade e somente neste espaço de vida que somos chamados a realizar o seu projeto de amor. É aqui e agora que a nossa vida se deve realizar. A espiritualidade no Reiki é um estilo de vida pautado pelos princípios Reikianos que visa uma evolução consciente e segura. 
 
 

Comentários   
#1 Anas Brás 30-07-2015 17:46
Faz sentido mudar os termos que utilizamos diariamente, de forma errada. Ser um ser espiritual neste mundo e manter de alguma forma sempre presente os princípios do reiki e da religião do mundo. Namasté...
Citar
Comentar


Morada

Rua do Xisto 150 . Maia . Portugal
Tel: 96576 3788 
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Aqui tem acesso à nossa morada e dados de contacto. Após a sua visita online, aguardamos a sua visita presencial.

Newsletter

Inscreva-se na nossa lista de e-mails e será atualizado com as últimas notícias.

Registar na newsletter