Nossa Localização

Localização

ANASTÁCIA

Centro de Terapias Alternativas

Criança Atocha

Quem é a criança de Atocha?

(Criança de Atocha e São António de Pádua) Elegguá é filho de Okuboro que era rei de Añagui. Um dia, sendo todavia uma criança, viu uma luz brilhante com três olhos, que estava no solo. Aproximou-se e viu que era um coco.

O colheu e levou ao palácio, contou aos seus pais o que havia visto e logo tirou o coco e colocou atrás de uma porta. Passado um bocado, todos se assombraram ao ver a luz que saía do coco. Ao cabo de três dias Elegguá morreu. Todos tiveram muito respeito ao coco, que continuava a brilhar. Mas passado algum tempo as pessoas esqueceram-se do coco. Com o tempo, o povo ia cada vez menos, até que chegou a uma situação desesperada. Para fazer frente ao mau momento, os velhos do lugar reuniram-se para meditar sobre a causa dos seus males e falar da solução. 

A conclusão depois de muito meditar, foi que os males do povo deviam-se ao abandono do coco, que ao procurar, viram que efetivamente encontrava-se vazio e comido pelos bichos. Os velhos acordaram fazer algo que durasse e pensaram em colocar uma pedra de Santo no lugar onde morreu Elegguá e esse foi o seu nascimento como Orishá. Seus dias são as Segundas-feiras, dia em que se atende, e a sua festa celebra-se no 1 de Janeiro. 

Trata-se de um Orishá maior, que tem as chaves do destino e abre ou cerra as portas da desgraça ou da felicidade. É a personificação do azar e da morte. Como Orishá é filho de Obatalá e Yemú, é o primeiro dos quatro guerreiros (Elegguá, Oggún, Ochosi e Osun) porteiro do monte e da savana. Ganhou com Olofi, Obatalá e Orula suficientes méritos para ser ele o primeiro tanto a comer como a saúdar, e nenhum Orishá o antecede porque ele próprio Olofi disse-lhe: sendo tu o mais pequenito e meu mensageiro, serás o maior na terra e nos céus, e sem contar contigo nunca será possível fazer nada. Também és o primeiro que ficas atrás da porta e da entrada da casa. Por isso tem 21 caminhos, no entanto conhecem-se outros, muito pouco mencionados, e é amigo e protetor de Oshún.

A figura de Elegguá encontra-se muito ligada à de Echu. Echu é a encarnação dos problemas dos homens, uma espécie de Satanás, mas não propriamente, porque não devemos esquecer que nenhum Orishá representa conceitos puros e todos admitem contradições. Assim, a parceria entre Elegguá-Echu representa a mítica relação entre o positivo e o negativo. Na entrada das casas reside Elegguá, para proteger o nosso refúgio familiar da entrada de Echu, o vagabundo que leva consigo os problemas.

As suas cores de Elegguá são o vermelho e o negro, que representam a vida e a morte. Suas oferendas são rum, tabaco, raiz tostado, coco, peixe fumado, etc... também existe uma oferenda muito especial, sacrificar um rato. Os filhos de Elegguá são inteligentes e hábeis mas pouco escrupulosos. Dão-se à depravação e à corrupção. O timo, a estafa e as intrigas políticas garantem-lhes o êxito na vida. Dentro do âmbito da Religião Yoruba reconhece-se como uma criança, é por isso que é travesso, burlão e algo malandro, mas muito trabalhador para quem o possui e crê nele. Este Oricha é filho de Obbatalá e Yemmú.

 

Recetáculo: Vaso de barro onde repousa.

Atributos: Todo tipo de objetos utilizados em jogos infantis.

Colares: Missangas vermelhas e negras alternadas.

Comidas: Doces, arroz amarelo com galinha, pescada e jutía fumada, raiz tostado, manteiga de óleo de palma (azeite de dendé), tabacos, aguardente, mel e caramelos.

Animais que se sacrificam: Carneiros, galinhas, jutías, veados, jicoteas, rato (este é seu mensageiro).

 

Okanbi

Com a bênção do meu Pai Aggayú e Yemanjá

Para qualquer outra questão sobre este texto, pode-nos escrever para o nosso correio eletrónico e darei mais explicações ou retirarei dúvidas.

 

 

Comentar


Morada

Rua do Xisto 150 . Maia . Portugal
Tel: 96576 3788 
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Aqui tem acesso à nossa morada e dados de contacto. Após a sua visita online, aguardamos a sua visita presencial.

Newsletter

Inscreva-se na nossa lista de e-mails e será atualizado com as últimas notícias.

Registar na newsletter