Nossa Localização

Localização

ANASTÁCIA

Centro de Terapias Alternativas

Textos de Santeria

O mundo dos Orichas

CONHEÇA E PERCEBA ESTA RELIGIÃO AFRICANA

Este “blog” foi criado com o objetivo de clarificar o que é a Santeria Cubana ao público Português. Muito se fala de Santeria, mas poucos realmente sabem do que se trata. Neste “website” mostro as diversas linhagens que existem nesta religião, sem, no entanto, entrar em muitos pormenores. Como sabe, esta religião foi passada de pai para filho, sempre de forma oral, e desta forma perdeu-se muita informação durante os últimos séculos. Sendo assim, os textos que aqui coloco serão só um ponto de vista, e da minha ilé de Ocha (casa de santo) que pertenço. Sabemos nós que alguns estudiosos e Oriatés desejam sempre mostrar serem eles os sabedores desta religião, mas lembro que nenhum Oloricha, Santero, Oriaté ou Babalawo possui a sabedoria total e sendo assim não devemos falar em verdades “absolutas”.

Aqui neste espaço vamos debater temas e falar abertamente sobre o que é a Santeria, as suas crenças, os seus Orichas e a sua forma de pensar, que passa por desmistificar tabus e crenças que o público, em geral, tem sobre esta religião Yorubá. Desta forma vamos esclarecer aos estudiosos e crentes que a Santeria não passa de uma evolução espiritual real e assenta em princípios históricos, com bases religiosas muito fortes, sobre a caminhada do ser humano na terra. Quando falamos da Santeria, queremos saber do que se trata, se acreditamos em DEUS, e de que forma fazemos essa devoção. Conhecida como “Regra de Ocha”, a esta foi atribuída uma imagem quase sempre negativa, por parte de certas pessoas, talvez por pertencerem a outras religiões, grupos religiosos ou seitas, que se sentiram com autoridade moral para fazer certos comentários, afirmações, criticas e ataques com a maior maldade, sem saber absolutamente nada desta bela religião. Acredito, que esses crentes sentem-se defraudados, enganados ou confundidos pela sua religião porque chegaram à conclusão de que aquela à qual eles dedicaram toda a sua vida, está cheia de erros, enganos e maldade. Por isso, se quer aprender mais sobre esta bela religião, então consulte os textos colocados aqui neste blogue, e desfrute do conhecimento adquirido durante muitos séculos por este povo.
 
Desde já o meu obrigado,
Okanbi / Omo Algallú.
 

ODDUS DE OCHA

Quando falamos dos Oddus de Ocha na Santeria, dizemos principalmente que é uma das formas de comunicação entre os Orichas e o ser humano. Acredita-se que Olorun, o Omnipotente, Deus no dialeto africano, criou os quatros elementos: a terra, a água, o fogo e o ar. Destes, foram gerados os elementos da natureza, que geraram todas as coisas vivas sobre o planeta. Foram atribuídos a cada um destes elementos quatro Oddus, ou seja, quatro signos interligados dos destinos.

saiba anastacia2021

Fundamentos

Regras de quem deseja ser iniciado
Neste texto que a seguir apresento, mostro algumas das tarefas e obrigações de alguém que deseja entrar na Santeria Cubana, principalmente na Regra Osha e que não tenha uma ideia firme sobre esta religião.

Ikú lobo ocha

  • Categoria: Santeria
  • Publicado em segunda, 20 maio 2013 12:22
  • Escrito por Mário Gomez
  • Visualizações: 10123
Ikú lobo ocha. Atenção dada aos Mortos.

Os mortos (ikús) ou espíritos que nos rodeiam (egguns) devem ser atendidos e respeitados, pelo qual se lhes respeita tanto como aos deuses (orichas). A reverência aos antepassados é um dos pilares das religiões africanas.

Iyawó

Iniciado na religião

Hoje, vou falar das diversas práticas religiosas que passa um iniciado na religião Yorubá, chamado de Iyawó. Na Ilé de santo que fui iniciado, compreendi que os rituais têm como objetivo o despoletar e o desligar de hábitos e atitudes erradas.

Livro do Itá

Livro do Itá

Quando falo deste tema a muitos religiosos da religião yorubá, ainda verifico estranheza no assunto. Falar do livro do Itá, é claramente mostrar a evolução do religioso na religião, como as obrigações, quais são os Orichás da sua consagração.

Mulheres

Mulheres em Ocha

Neste artigo desejo fazer compreender aos praticantes da religião Yorubá, sejam de Ifá ou de Ocha o papel da mulher na religião. É conhecido o tratamento dado às mulheres que têm a menstruação, na qual são vedadas determinados rituais.

Oba Nani

Oba Nani - Oba Nanã

Aqui vamos falar de Obá Nani é Obini (mulher) de Alafi (Changó), legitima esposa de Changó. Mulher nobre e boa, filha de Pduá e Yembó. Seu significado na religião Yorubá tem a haver com tudo o que existe neste mundo.

Ochún

Ochún - Oxun

Yalorde é um dos tantos nomes porque se conhece a Ochún, e significa Rainha e a Deusa do mel e com esse mel retirou Oggún do monte. Todas as orixas o tentaram e não puderam, e ela pediu permissão a Olofi para fazer.

Olokun

Olokun

OLOKUN, Orichá de grande importância, ainda pouco conhecido por muitos praticantes, porém muito difundido e adorado na Nigéria. Estas crenças, em geral, são fundamentadas em algo original ou histórico, e em África existem inúmeras.

Oração

Como se faz uma oração aos Orichas?

Coloque-se de joelhos em frente do Santo a quem vamos colocar as velas, disponha sempre de duas velas aos Santos, exceto a Elegguá que se coloca uma de preferência em cor branca, amarela ou vermelha.

Guerreiros

 Cuidar dos Guerreiros na religião

 Como regra geral, os guerreiros são lavados às segundas-feiras de três em três meses, de forma a colocar ashé na sua essência. Imagino que a sua Madrinha ou Padrinho contou como devem ser feitos, estes rituais.

Iniciação

Os passos numa iniciação na Santeria

Neste texto em seguida coloco os passos necessários que devemos dar quando desejamos entrar na santeria. Todos os passos começa primeiramente na escolha da sua Ilé de Ocha (casa de Santo) e do seu futuro Padrinho - Olorichá.

Jegua

Jegua - Jewua

Jegua, a verdadeira dona e senhora de Ile Oku (a casa dos mortos). Muitos na nossa crença religiosa tem a noção de que Oya-Yanzan é a que manda e rege o cemitério, no entanto não é assim.

Mão de Ifá

Mão de Ifá

Existem casas de Santo que colocam mão de Orunla aos seus afilhados sem antes passarem por Ocha, mas preciso de aclarar as ideias de quem faz, pois, estão incorretos. Pois, assim estão em falta com o vosso Anjo da Guarda.

Música

Música dos Orichas
Os tambores são tão ancestrais quanto o próprio homem. Os primeiros foram criados e manuseados ainda na pré-história, com o objetivo de saudar os Deuses e como forma de agradecer a comida conseguida por meio da caça aos animais.

Obatalá

Oxalá - Obatalá

É o criador dos demais Orichás. Obatalá representa a criatividade do resto dos Orichás. Quando Olodumaré criou a vida humana na terra, fez Obatalá à sua semelhança (equivalente a Adão) e o encarregou de velar pelo planeta e as suas criaturas.

Oggun

Oggun - Ogún - Ogum

Este Orichá em torno o qual, se tem elaborado tantas histórias distintas, teve uma missão muito importante na religião Yorubá, porque ele é o Ochogun de todos os Orichás (o encarregado de dar-lhes de comer).

Oloricha Okanbi

  • Categoria: Santeria
  • Publicado em sábado, 10 outubro 2020 13:19
  • Escrito por Okanbi / Omo Aggayú
  • Visualizações: 14007

 Quem é o Oloricha Okanbi

Chamo-me Okanbi (nome de Santo), e desde a minha infância, o gosto e a admiração sobre o mundo espiritual sempre foi admirável, em parte por nascer num país que cultivava e admirava o culto do mundo dos espíritos e do além.

Oricha Obi

Oricha Obi

Um dos Orichás menos conhecido na religião Yorubá é Obi, que simboliza o coco. Quando este Orichá passou pela terra na sua primeira vida, Olodumaré deu-lhe um lugar de muita importância entre o seu reino.

Ibejis

Ibejis - Jimaguas - São Cosme e São Damião

Os Ibeyis são os santos mais pequenos da religião Yorubá. São filhos de Changó. Quando Changó se encaminhou no Ituto, eles também o fizeram e falam pela boca de Changó. A palavra Ibeyis significa Jimaguas sagrados.

Inle

Inle

Vamos falar de Inle que é considerado um Orichá que se deve coroar como Yemanjá. Inle era medico, pescador, caçador e adivinho como Ucuele, não era Babalawo, mas tinha a virtude de Olofi de que fora essas coisas todas.

Moyugba

Como se Moyugba aos nossos antepassados

Moyugba significa fazer uma oração ou petição de uma maneira mais correta ao nosso Oricha. Aprender as palavras corretas podem levar muitos e muitos anos de aprendizagem, e isso faz parte do trabalho de um Santeiro.

Nascimento

Nascimento dos Orichas 

Cada pessoa é um ser único e diferente dos outros, e em África, como no resto do mundo, existem distintas crenças, fundadas em algo original e histórico. Perceber essa criação faz parte do estudo do crente.

Ochosi

Ochosi - Oxossi

Falar de Ochosi, é falar da justiça e da rectidão na vida. Ochosi é o único Orichá que é bruxo de verdade na religião Yorubá. É bruxo porque nas suas cerimónias queima-se pólvora, que tem a haver com os Mayuberos bruxos. É o salvador de Yalorde.

Olodumaré

Olodumaré - Olofi - Olorun - Oloddumare

Para os ancestrais Yorubás e, para nós seus descendentes, a existência de Oloddumaré (Ser Supremo) é tão real, como nós próprios, como povo. É muito raro encontrar entre nós os descendentes dos Yorubas, alguém que não acredita.

Omo Elleguás

Características dos omo Eleguás (filhos de Elleguá)

Os filhos de Elegguá são inteligentes e hábeis, mas um pouco escrupulosos. São faladores e podem vender até o impossível se lhes deixarem falar. São mulherengos e muitas vezes pouco caseiros, pois gostam da rua.

Orar aos Orichas

Como aprender a orar aos Orichas

A oração aos Orichas nem sempre são atendidas, pois, muitas vezes o fazemos de forma incorreta. Não que os Orichas não nos escutem, mas porque ao fazer a oração cometemos erros que só por si são motivos para não se concretizarem.

Oricha Oko

Oricha Oko

Junto com Olokum é o Orichá mais poderoso neste mundo e um dos mais venerados no panteão Yorubá. Orichá Oko é a terra, pois certo é uma parte deste planeta em que a outra é a água. Ele é mesmo Brumu em pessoa.

Morada

Rua do Xisto 150 . Maia . Portugal
Tel: 96576 3788 
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Aqui tem acesso à nossa morada e dados de contacto. Após a sua visita “online”, aguardamos a sua visita presencial.

 

Newsletter

Inscreva-se na nossa lista de e-mails e será atualizado com as últimas notícias.

Registar na newsletter