Rua do Xisto nº 150,
4475-509 Nogueira Maia

(351) 913 089 277
geral@centroanastacia.com

​Oddu: Eyioco Iroso (2-4)

|
Escrito por Okanbi / Omo Aggayú

​Oddu: Eyioco Iroso (2-4)

ODDú: 

ELLIOKO IROZO ( 2 - 4 )

 

O REFRÃO DE ESTE ODÚN DIZ:

“Pedras em teu caminho, retirás e verás que bem caminhas”

 

SANTOS QUE FALAM EM ESTE ODÚN: 

Elegguá, Eshu, Shangó, Ikú, Egun, Oggún, Babalu Ayé, Ossaín, Obbatalá.


GENERALIDADES:

Este odún diz que se há um doente na sua família vai ser muito complicado a sua recuperação. Há que atender a Ochun. Há pessoas que bebem em sua casa. Faça uma festa aos jimaguas e às crianças na sua casa. Tape as garrafas e não tenhas caixas vazias porque a morte ronda a sua casa. Aqui neste odún fala-se de mudanças e o que vier, virá bem. Diz que mantém os olhos fechados e não vive a realidade. Tenha sempre boa forma até para cobrar, pois devem a si. A pessoa que dúvida não têm segurança. O mal engendra o mal. A noite não deixa repousar o dia. O sono da noite não é a realidade de amanhã. Por muito que feche os olhos a realidade não desaparece. A morte está em sua casa e tem fome. Pedras em seu caminho; retire o que estorva e verá que bem caminha. Tragédia entre conjugues. Loucura por bruxaria. Os seus males provêm do seu carácter caprichoso e de não atender conselhos. O mau carácter e as maldições o atrasam. Não permita ninguém renegar em sua casa. Não tenha tanto génio não se vá dar a você mesmo. Não ameace e nem levante a mão a ninguém. Domine o seu génio. Não brinque com o seu inimigo. Não fale baboseiras para não incomodar os demais porque podem interpretar mal. Apesar de tudo, você tem sorte, mas tem muitos obstáculos no seu caminho. Eyioko marca ou indica má situação económica. Cuide dos seus interesses. Alguém o engana. Não empreste o que é seu. Se tem algo de valor emprestado ou penhorado, deve recuperar. 
web site de santeria cubana em portugal
Fala de gémeos, de receber Jimaguas. Viagem por alguém que vai estar doente. Sua felicidade depende da sua própria administração. Dê uma missa a um defunto que o acompanha. Alguém quer que você se mude de onde vive. Eyioko marca tambor num Babalocha. A mulher não deve abandonar o seu marido já que há infidelidade da parte dela. Também deve ter cuidado para não ficar incapacitado por queimaduras ou quedas. Há roubo de pertencentes ou propriedades. Há problemas oculares por queimaduras. Limpe o seu negócio para que ande bem. O homem solteiro casará com uma mulher ligeiramente delgada e o seu primeiro filho será varão e o qual deve cuidar para que não ande por maus caminhos. Deve fazer os sacrifícios porque os seus inimigos se faram mais fortes e você será mais débil economicamente. A mulher será pretendida por dois homens e corre o risco de não seleccionar o homem correcto. Há uma armadilha num objecto que lhe deram para guardar. Há uma difícil situação económica que olókun pode ajudar a superar. Nunca entre em primeiro numa casa ou na sua habitação. Numa viagem descobrirá algo importante. Há parasitas ou lombrigas intestinais. Conhecerá o sofrimento mas não morrerá por isso. Há vitórias de guerra, pequenos caminhos por andar, tranquilidade, paz, prosperidade e muitas viagens. A chave está nos sacrifícios múltiplos e sistemáticos a Eshu já que aqui as divindades o depreciam. Não aceite tabaco porque ali vem uma bruxaria. Os pais da mulher pensam que o homem da sua filha não é o indicado, e têm razão. Faça sacrifícios antes de cruzar o mar. Não deixe que vivam pessoas desconhecidas em sua casa. Não faça trabalhos ilícitos com outra pessoa porque carregará com a culpa. 

A pessoa é boa de coração mas um pouco louca. Em este Odú os Iré são poucos, mas são como quem ganha a lotaria, heranças e filhos. Este Odú é sobre a pessoa com um caminho espiritual e vence inimigos. A pessoa compara o que diz os adivinhos e brinca de consulta em consulta. Algo está finalizando, que no final traz um novo dia. É uma recuperação paulatina, uma acção que morre para dar espaço a uma nova oportunidade, mas as recuperações são muito lentas mas seguras e as primeiras conquistas que se obtêm trazem consigo o ressurgimento de outros novos. Há muita vida física onde conseguirá um novo projecto e com novos objectivos. Não deve afligir-se, já que essa nova meta fará que você desfrute do prazer de tudo aquilo que considerava perdido. Viagens com sucesso em Iré mas não em Osobo. Missa aos familiares mortos. Não odeies e nem recrimines o teu irmão. Fala de perda de emprego. Um familiar que lhe deseja mal. Aqui a mulher deve ter cuidado para não enganar o marido. Em Osobo coloca-se um pouco quente. Muitos tipos de Arun (doenças) e tipos de ofo (perdas), Ona (castigos) de Eggun ou Orichá por fazer coisas mal. Aqui vem um osobo forte como Acoba ou Fitiguo pode-se dar um porco a Olokun no mar como Ebo. Isto se  Olokun diz "sim" e se tratou-se de pedir para outros ebós primeiro.

 

RECOMENDAÇÕES:

Não empreste o que é seu para que não tenha problemas ao reclamá-lo, não renegue, nem mal diga em sua casa e não permita que outros o façam, deve atender aos seus defuntos com luz, água e missas, deve dar mais calor à sua casa, há gente que quer que mude de sua casa, seja mais reservado com as suas coisas, não discuta com ninguém, não recolha a ninguém em sua casa porque entra criada e fica como dona, cuidado com as pernas, tenha cuidado com as pessoas que só querem saber como você vive, se vive fora da lei o entregaram à justiça, há uma possível viagem por uma criança doente, evite um familiar que lhe deseja mal. Fala-se de uma herança ou de que vai receber algum dinheiro, cuidado com armadilhas em papeis, em seu mundo há enganos, intranquilidade, hipócrisia, inveja, falsidades, ciúmes, e averigúe de quem para que se afaste deles, há um doente na família, não confie o seus segredos, pense claro para que não se sinta como na prisão ou desesperado, tem vizinhos intrometidos, tenha cuidado com a corrente eléctrica e as velas, não se vista igual a ninguém. 


DOENÇAS RELACIONADAS COM O ODDÚ:

Epidemias, problemas menstruais, problemas no parto, problemas oculares, cegueira, falta de memória, coluna por quedas ou queimaduras, parasitas intestinais, erupções da pele.


PROIBIÇÕES:

Não cruze buracos, não mate lombrigas, não acenda fogueiras, não olhe o sol directamente, não aceite tabaco de prenda porque vem com bruxaria, não transporte facas, não coma banana, maçãs, pimentos, uvas vermelhas, mamão, carneiro, galo, não bebea vinho tinto, não use roupas de desenhos ovais, não se sente em cadeiras sem fundo e não coma feijão branco.

 

EBÓS: 

Receber Olokun ou Asojano. Dar de comer à terra. 
 

 

 

Okanbi
Com a bênção do meu Pai Aggayú e Yemanjá

Para qualquer outra questão sobre este texto, pode-nos escrever para o nosso correio eletrónico e darei mais explicações ou retirarei dúvidas.

 

 

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Categoria: