Rua do Xisto nº 150,
4475-509 Nogueira Maia

(351) 913 089 277
geral@centroanastacia.com

Como se faz uma oração aos Orichas?

|
Escrito por Okanbi / Omo Aggayú

oração aos orichas

 

Coloque-se de joelhos em frente do Santo a quem vamos colocar as velas, disponha sempre de duas velas aos Santos, exceto a Elegguá que se coloca uma de preferência em cor branca, amarela ou vermelha.

 

santeria ou santaria cubana em portugal

A de Elegguá é branca, vermelha ou amarela.

A de Orunla se coloca brancas ou amarelas.

A de Changó são vermelhas.

A de Ochún são amarelas.

A de Yemayá azuis.

A de Obatalá brancas.

A de Algallú vermelhas.

A dos Jimaguas podem ser vermelhas ou brancas.

A de Ogun, Ochosi, Osun são brancas.

 

Rezando aos Santos a vela pode ser de qualquer cor, mas estas são as recomendadas, não se recomenda pôr velas negras aos Santos.

 

PALAVRAS EM YORUBA PARA DIZER EM ALGUMAS REZAS

Arayee ------------- Maldição ou mal.

Amala -------------- Farinha de milho.

Adimu -------------- Oferenda ao santo.

Eko ------------------ Jutia fumada.

Ekuo ----------------- Óleo de Palma.

Ewe ------------------ Erva.

Ewe aye ------------ Quita maldições.

Oloddumaré ------- Deus Poderoso.

Aricu ----------------- Saúde .

Dillogun ------------- Búzios que se vê nas consultas.

Efun ----------------- Cascarilha.

Egun ----------------- Morto.

Ire alle --------------- Sorte grande.

Ire aricu ------------- Sorte em ter saúde.

Ire Owo ------------- Sorte em ter dinheiro.

Omo ----------------- Filho.

Olordumaré -------- O céu.

Oti -------------------- Água-ardente.

Obi ------------------- Coco.

Oni ------------------- Mel de abelha.

Omi tuto ------------ Água fresca.

Ocan ---------------- Um. 

Meyi ----------------- Dois.

Meta ---------------- Três.

 

CHANGÓ

Santa Bárbara conhecida na religião como o Rei Changó, é o dono do raio e onde se comenta que ao dizer o seu nome levanta-se por respeito, sem importar a antiguidade na religião. Não importa quem seja, é um guerreiro e vive no chão. As suas cores são o branco e o vermelho. Changó foi adivinho antes que Orula, e sabemos que deu o seu tabuleiro a Orula para que trabalhasse. O caminho de Changó quer dizer problemas, e por isso, traz um machado na sua cabeça, querendo dizer que nasceu com a guerra na sua cabeça. É o guerreiro mais vaidoso da religião. Diz-se que Changô tem medo dos mortos, mas isso não é correto, simplesmente ele é um Santo muito alegre e não gosta de saber nada de sofrimentos. Changó gosta dos tambores, diz-se que os filhos de Changó são adivinhos de nascimento. Changó é um Santo da casa de Deus (Ile Olodumaré). Dadá numa das lendas é a irmã maior de Changó que se encarrega de cuidar dele quando se desvia do caminho. Noutras histórias diz-se que é a mãe. O que sabemos é que Dadá, é a coroa que vai na cabeça de Changó e os filhos de Changó que tenham Dadá devem cuidar deste Santo pois, diz-se que é para trazer paz e harmonia a vida. Dadá não se pede ajuda pois, esta simplesmente é para cuidar da coroa ou cabeça de Changó.

ELEGUA 

É o Oricha que abre as portas e permite que as nossas petições e oferendas cheguem a nosso Orixá desejado. Pede-se sempre permissão a ele antes de tudo, e dá-se a mesma oferenda que ao Oricha desejado. As suas cores são o vermelho e negro. Elegua representa-se como uma pedra ou búzio, também há um Elegua de Santero e um de Babalawo, ambos têm 21 caminhos.

OGGÚN

Sempre acompanha Elegua e diz-se que é o causador de descarrilamentos de comboios e choques de carros. Quando se dá de comer aos Orichas diz-se sempre que é Oggún quem o faz primeiro, porque ele é o ferro. Oggún com o seu machado limpa os caminhos a Elegua. As suas cores são o preto e o verde e também mora no chão.

OCHOSI

É o dono da prisão e ele encarrega-se de abrir e fechar as portas da prisão, e quando alguém tem problemas com a lei, e pede que feche as portas da prisão para que não entre, não entrará. Também, quando se refere que está preso pelo Oricha faz-se uma oferenda a ele para que ele o liberte. Importante referir, se a pessoa é culpada o Orixá não satisfaz o pedido, pois, ele é a justiça divina.

OS IBEYES

São as crianças desta religião, pois, foram eles que avisaram Obatalá que o queriam matar pondo sal na sua comida. Eles são os filhos de Changó e quando alguém quer algo impossível peça-lhes. Também, se quer descobrir um inimigo vista-se com as cores dos Ibeyes que são o negro e o vermelho que o descobrirá.

ALGALLU

Também há várias histórias sobre este Orichá que se diz ser o irmão maior de Changó, e outros dizem que é o pai. Algallú é um Santo guerreiro (alguns dizem que para coroa-lo deve-se coroar primeiro Changó). Ele manifesta-se como o vulcão e o Sol. Ele nasce em 9-9 e ali é onde nasce a vida e a morte por isso, diz-se que tem poder no mundo dos mortos. 

OCHUN

É a dona dos rios, e é a Orichá que lhe traz a riqueza, mas também é uma Orixá que é muito vingativa quando fazem mal aos seus filhos. As suas cores são de ouro e o seu colar é cor amarela. Esta Orichá prefere estar em frente de um espelho já que é muito vaidosa, gosta do ouro e o seu animal favorito é o pavão real. Diz-se que Ochun conhece os segredos de todos os Orichás, e é por isso que a respeitam e a querem. Também foi a única que pode tirar Oggun do monte. Também se atribui que salvou a terra levando uma mensagem a Olodumaré para que esse interviesse na terra das investidas do mar. 

 

Okanbi

Com a bênção dos meus Orichas, Aggayú e Yemanjá.

Para qualquer outra questão sobre este texto, pode-nos escrever para o correio eletrónico e darei mais explicações ou retirarei dúvidas.

 

 

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Categoria: