Rua do Xisto nº 150,
4475-509 Nogueira Maia

(351) 913 089 277
geral@centroanastacia.com

Sùúru (paciência) a chave da abundância

|
Escrito por Okanbi / Omo Aggayú

suuru

 

No nosso mundo atual, e também ao nosso redor há uma busca sem fim pelo dinheiro, uma ânsia desesperada pela longevidade e o amor; e em menor escala a preocupação pelo nosso futuro e os dos nossos filhos. Tudo isto, consome o homem moderno e não permite contemplar de uma maneira clara a sua vida. Sùúrú (paciência) é uma qualidade extremamente forte que surge do Odù Ogbè Ogúnda. Aqui deixamos uma história que reflete o que falamos anteriormente:

 

santeria ou santaria cubana em portugal

PATAKI

Igún (abutre) depois de uma cura milagrosa das suas doenças por intermédio da ingestão do ebbó que Orúnla lhe havia preparado; comentou com Olodùmaré, que decidiu recompensar Orúnla pelo feito cometido. Olódùmare enviou o abutre a casa de Orúnla com quatro presentes, mas Orúnla só podia escolher um deles e os outros três presentes regressariam com o abutre aos céus. Os presentes eram owó (dinheiro), omo (filhos), aikú (longevidade) e sùúrú (paciência). No principio, Orúnla não sabia qual escolher, pelo que chamou os seus filhos, e esses recomendarão que deveria escolher o aikú (longevidade). 

Em seguida foi falar com as suas esposas que o recomendarão que escolhe-se o omo (filhos e fertilidade) e os seus irmãos o recomendarão que escolhe-se o owó (dinheiro). Finalmente, Orúnla mandou chamar o seu melhor amigo, Eshu, que o adverteu dos problemas, das sugestões dos seus filhos, esposas e irmãos e que Orúnla deveria escolher o sùúrú (paciência).

Após a escolha o abutre dirigiu-se aos céus com os outros três presentes. Depois de algum tempo, owó pergunta: onde está sùúrú? O abutre diz-lhe que sùúrú está com Orúnla. 

Owó diz-lhe que quer estar, onde está sùúrú e abandona o abutre e vai diretamente a casa de Orúnla. Posteriormente, fizeram a mesma pergunta a omo e aikú; que ao escutar a resposta do abutre de igual maneira foram de encontro onde estava sùúrú. 

E assim ficaram todos na casa de Orúnla. O abutre regressou a Olódùmare com as mãos vazias e comentou o que havia sucedido. Olódùmare, disse-lhe que quem tenha sùúrú terá sempre também aikú, omo e owó na sua vida, e que será assim até ao fim dos tempos. Sucedeu que tempos depois Orúnla converteu-se no Rei de Oyo.

 

Okanbi

Com a bênção do meu Pai Aggayú e Yemanjá

Para qualquer outra questão sobre este texto, pode-nos escrever para o nosso correio eletrónico e darei mais explicações ou retirarei dúvidas.

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Categoria: